ZOONOSES DÁ DICAS DE PREVENÇÃO E CONTROLE DE ESCORPIÕES PDF Imprimir E-mail

altA Secretaria Municipal de Saúde (SMS), através da Divisão de Controle de Zoonoses, alerta a população para o procedimento em casos de aparecimento de escorpiões, comuns nesta época do ano. Os escorpiões são animais peçonhentos que injetam veneno por um ferrão na ponta da cauda. Algumas dicas são fundamentais para evitar acidentes e a presença do animal.

 

Segundo o chefe da divisão de Controle de Zoonoses, Arlen Cesar Pane, São Carlos é referência no atendimento de casos com acidentes na região. No ano passado, quinze pessoas foram picadas pelo animal. O acidente ocorre, geralmente, quando a vítima encosta no animal com as mãos ou com os pés.

 

Na natureza existem mais de mil espécies de escorpiões e os tipos mais comuns na região são: os marrons e os amarelos, sendo este último, considerado mais venenoso.

 

Arlen alerta que em caso de acidente, as pessoas devem procurar, imediatamente, um atendimento médico. “Como São Carlos é referência para a região, a Santa Casa disponibiliza o soro para vítimas do escorpião. Em caso de picada, o procedimento é lavar bem o local com água e sabão e buscar o mais rápido possível o atendimento”, enfatizou o chefe de Zoonoses.

 

Os escorpiões podem ser encontrados em ambientes habitados pelo homem, principalmente, próximos a córregos, cemitérios, construções e linha férrea. Eles se escondem próximos às residências, entulhos, embaixo de pedras, mato, lixo, tijolos, telhas etc.

 

Dentro das casas, a atenção, em especial, deve ser na saída de esgoto, ralos e caixa de gordura, pois os escorpiões procuram locais escuros e se alimentam principalmente de baratas. Por isso, a importância de se combater o aparecimento desses insetos, que se tornam atrativos.

 

A Prefeitura de São Carlos, através das Secretarias Municipais de Serviços Públicos (SMSP), faz o trabalho de prevenção e manutenção em áreas públicas para evitar a procriação do escorpião, além disso, a de Habitação e Desenvolvimento Urbano (SMHDU) notifica os proprietários de terrenos particulares a manterem os locais limpos.

 

Arlen alerta para atenção nas dicas de se evitar acidentes e a presença dos escorpiões. Em caso de aparecimento do animal, o Centro de Zoonoses deve ser avisado, rapidamente, através do telefone 3307-7405.

(BOX) Evite acidentes:

- Verifique cuidadosamente calçados, roupas, toalha e roupas de cama antes de usá-los;

- Limpe periodicamente ralos de banheiro, cozinha e caixas de gordura;

- Mantenha camas e berços afastados, no mínimo, 10 cm da parede;

- Evite que lençóis toquem no chão;

- Feche frestas nas paredes, móveis e rodapés para que não sirvam de esconderijo para os escorpiões;

- Use telas nas aberturas dos ralos, pias e tanques;

- O acidente ocorre, geralmente, quando a pessoa encosta a mão ou pé no escorpião.

Evite a presença dos escorpiões.

- Não deixe acumular lixo e entulho nos quintais, jardins, terrenos baldios e ao redor das residências.

- Evite a formação de ambientes favoráveis ao aparecimento dos escorpiões como restos de obras, materiais de construção e terraplanagem, que possam deixar acúmulo de entulho, superfícies sem revestimento, umidade etc.;

- Coloque o lixo em sacos plásticos fechados para evitar baratas e outros insetos;

- Mude, periodicamente, de lugar materiais de construção que estejam armazenados e lembre-se de proteger as mãos com luvas grossas na realização do trabalho;

- Retire de paredes e muros plantas ornamentais densas, arbustos e trepadeiras;

- Elimine fontes de alimento para os escorpiões (baratas, aranhas, grilos e outros pequenos animais invertebrados).

- Limpe terrenos baldios das redondezas dos imóveis ocupados;

- Evite a prática de queimadas em terrenos baldios, pois desalojam os escorpiões, entre outros animais;

- Preserve os inimigos naturais dos escorpiões, especialmente aves de hábitos noturnos (corujas, João bobo etc), lagartos, sapos, etc.

- Mantenha jardins e gramados aparados e bem cuidados.

 

(08/01/2014)

 



Compartilhe essa informação