APÓS 10 MESES DE QUEDA, EMPREGO FORMAL CRESCE EM SÃO CARLOS NO MÊS DE FEVEREIRO PDF Imprimir E-mail

São Carlos voltou a gerar saldo positivo de empregos após 10 meses de queda. Em fevereiro de 2017 foram criadas 228 vagas de emprego na cidade, resultado de 2.100 admissões e de 1.872 demissões. Os números de emprego divulgados na quinta-feira (17) têm como base o Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged).

 

O último mês em que a economia de São Carlos gerou empregos com carteira assinada e variação absoluta positiva foi em abril de 2016, quando foram criadas 197 vagas de emprego, resultado de 2.427 admissões e da perda de 2.230 postos de trabalho.

 

Quando se compara aos dados de variação absoluta de empregos no mês de fevereiro de 2017 com mesmo período de 2016 houve um aumento de 15.7% no número de geração de vagas de emprego, ou seja, em fevereiro de 2016 foram geradas na cidade 52 vagas de emprego, resultado de 2.272 admissões e de 2.220 desligamentos, contra 228 vagas de emprego criadas em fevereiro de 2017.

 

Setor de serviços criou mais vagas - O setor de serviços foi o que mais gerou empregos formais em São Carlos no mês de fevereiro: 218, resultado de 1.014 admissões e de 796 demissões, considerando um total de 7.171 estabelecimentos e 28.574 empregados formais. A construção civil foi o segundo setor em criação de vagas (39), resultado de 189 contratações e de 150 demissões em uma movimentação agregada de 656 estabelecimentos que abrigam 2.720 empregados formais.

 

O secretário municipal de Trabalho, Emprego e Renda, Walcinyr Bragatto, está otimista com a divulgação pelo Caged dos dados de geração de emprego pela economia de São Carlos no mês de fevereiro. “Por determinações e confiança do prefeito Airton Garcia, trabalhamos com muito empenho para sanar problemas e fazer gestão com eficiência. Esse bom resultado também é fruto do ótimo engajamento e profissionalismo de todos que trabalham na Secretaria de Trabalho, Emprego e Renda. Nossa equipe tem se desdobrado e logo providenciaremos novas melhorias para atendermos a população e gerarmos mais oportunidade de trabalho”, ressaltou Bragatto.

 

Sine São Carlos –Segundo dados do Ministério do Trabalho e Emprego (MTE), por meio da Casa do Trabalhador “Antonio Cabeça Filho” em São Carlos, responsável pelo atendimento dos trabalhadores com cadastro de Intermediação de Mão de Obra (IMO), emissão de Carteira de Trabalho e Previdência Social (CTPS) e Habilitação de Seguro Desemprego (SD), em fevereiro de 2017, 43 desempregados obtiveram uma vaga de emprego com o auxílio do órgão. Foram captadas 61 novas vagas de emprego, resultado de 14 vagas para aumentar o quadro de funcionários das empresas e 47 para repor. Neste período foram encaminhadas ao empregador 671 pessoas inscritas, 354 trabalhadores, emitidas 100 Carteiras de Trabalho e Previdência Social (CTPS) e emitidas 270 requisições de Seguro Desemprego (SD), num total de 4.796 pessoas atendidas, média de 266 pessoas por dia durante os 18 dias úteis de fevereiro de 2017.

 

No acumulado de janeiro a 17 de março deste ano (52 dias úteis) 130 desempregados obtiveram uma vaga de emprego com o auxílio da Secretaria Municipal de Trabalho, Emprego e Renda. Neste período a Casa do Trabalhador de São Carlos atendeu 12.176 trabalhadores, sendo 893 inscritos no cadastro, 2.112 encaminhamentos ao empregador, captação de 186 vagas, 572 requisições de seguro desemprego e emissão de 375 Carteiras de Trabalho e Previdências Social (CTPS).

 

(17/03/2017)

 
 

Menu Notícias

SIM Online