PREFEITURA ASSINA MEMORANDO DE ENTENDIMENTO COM UNIVERSIDADE DA COLÔMBIA E CENTRO EUROPEU DE ECOHIDROLOGIA PDF Imprimir E-mail

O prefeito Airton Garcia e o secretário de Desenvolvimento Sustentável, Ciência e Tecnologia, José Galizia Tundisi, assinaram na tarde desta terça-feira (12), no Paço Municipal, memorando de entendimento com a Universidade Católica de Oriente, Antioquia, Colômbia e também com o Centro Regional Europeu de Ecohidrologia, instituto internacional localizado na Polônia e que presta assistência técnica, capacitação, assessorias científicas a vários países da Europa e de outros continentes.

 

A Universidade da Colômbia e o Centro Regional Europeu de Ecohidrologia vão desenvolver ações, em conjunto com o município, para a revitalização da bacia hidrográfica do córrego Água Quente, uma bacia urbana degradada. Para essa revitalização, o projeto usará a abordagem de ecohidrologia a ser aplicada em conjunto com todas as outras secretarias e departamentos do município, sob a supervisão da Secretaria de Desenvolvimento Sustentável, Ciência e Tecnologia.

 

“A recuperação da bacia hidrográfica do córrego Água Quente é um projeto antigo e que estamos retomando, porém propusemos um novo conceito baseado nos estudos dos professores Gabriel Roldán Pérez e Maciej Zalewski, usando a própria natureza, como reflorestamento e não engenharia simplesmente. A previsão inicial era de R$ 6 milhões, com as novas técnicas esse investimento será de R$ 3 milhões, recursos que vamos buscar na comunidade econômica europeia”, explica José Galizia Tundisi lembrando que o projeto prevê o treinamento de engenheiros, biólogos e técnicos com abordagens de ecohidrologia específicas para a Bacia do Córrego da Água Quente.

 

Pela Universidade da Colômbia assinou o memorando o Profº Drº Gabriel Roldán Pérez, pelo Centro Regional Europeu de Ecohidrologia, o Profº DrºMaciej Zalewski, pela Prefeitura de São Carlos o prefeito Airton Garcia e o secretário José Galizia Tundisi.

 

A bacia do córrego da Água Quente possui 12 km2 e localiza-se na região sul, com população aproximada de 40 mil habitantes que moram em bairros e propriedades rurais da região. Está inserida na Bacia Hidrográfica do Rio do Monjolinho, onde despeja suas águas.

 

A Bacia possui uma área verde com nascentes e fragmentos significativos de vegetação nativa, como cerrado e matas ciliares, porém recebe efluentes líquidos e resíduos sólidos que prejudicam a qualidade da água e do solo, além dos processos erosivos devido ao solo arenoso. “Por isso precisamos investir em estudos para a recuperação da qualidade ambiental dessa importante área”, finaliza Tundisi.

 

O prefeito defende as parcerias. “As parcerias com as universidades e centros de excelências, sejam aqui de São Carlos ou de outros países, são importantes e vitais para o desenvolvimento e crescimento ordenado de São Carlos”, defende Airton Garcia.

 

O memorando de entendimento é uma carta de intenções para trocar experiências e informações e na fase atual não implica qualquer compromisso financeiro de nenhuma das partes envolvidas.

 

(12/09/2017)

 
 

Menu Notícias