SAÚDE VAI OFERECER HORÁRIO ESTENDIDO NAS UNIDADES DE SAÚDE PARA VACINAÇÃO PDF Imprimir E-mail

 

A Secretária Municipal de Saúde (SMS), por meio dos Departamentos de Vigilância em Saúde e de Gestão do Cuidado Ambulatorial, informa que em todas as Unidades Básicas de Saúde (UBS’s) e Unidades de Saúde da Família (USF’s) o horário de atendimento será estendido até às 19h nesta terça e na quinta-feira.
 
O objetivo é aumentar o índice vacinal do município, já que 60% das cidades não alcançou a meta de 95% de cobertura vacinal recomendada pelo Ministério da Saúde. “O nosso foco são crianças e adolescentes que precisam regularizar a situação vacinal, além de adultos que trabalham e não conseguem encaixar seu horário com o horário de atendimento nas unidades. Quem faz parte dos grupos prioritários também já pode receber a dose da vacina contra a gripe e de outras vacinas que estejam em atraso”, alerta Denise Martins.
 
A Secretaria Municipal de Educação (SME) também está convocando os pais de alunos que não apresentaram a carteira de vacinação dos filhos atualizadas. “Solicitamos a SME e as escolas estão cobrando para que os pais levem seus filhos para receber as doses que estão faltando”, finaliza a diretora de Vigilância em Saúde.
 
Normalmente sem o horário estendido as unidades de saúde atendem aos usuários SUS de segunda da sexta-feira das 7h30 às 16h30. Portanto, excepcionalmente nos dias 02 e 04 de abril as unidades de saúde estarão funcionando das 7h30 às 19h (horário estendido) para vacinação.
A Saúde informa, ainda, que são necessários a apresentação dos seguintes documentos: documento pessoal da criança ou adolescente; carteira de vacinação atualizada (entregue aos pais ou responsáveis).
 
INFLUENZA – A vacinação contra a influenza (gripe) começou no último dia 25 de março para os grupos prioritários, ou seja, para crianças de 6 meses a menores de 6 anos; crianças indígenas de 6 meses a menores de 9 anos; trabalhadores da saúde; gestantes; puérperas; professores dos ensinos básico e superior; povos indígenas; idosos com 60 anos ou mais; pessoas em situação de rua; profissionais das forças de segurança e de salvamento; profissionais das forças armadas; pessoas com doenças crônicas não transmissíveis e outras condições clínicas especiais (independentemente da idade); pessoas com deficiência permanente; caminhoneiros; trabalhadores do transporte rodoviário coletivo (urbano e de longo curso); trabalhadores portuários; funcionários do sistema de privação de liberdade; população privada de liberdade, além de adolescentes e jovens sob medidas socioeducativas (entre 12 e 21 anos).
Em 2022, o município de São Carlos atingiu 67,3% de cobertura vacinal dos grupos prioritários. Já em 2023 o índice ficou em 58% e a média nacional em 60%.  Esse ano 3.662 doses já foram aplicadas desde o início da campanha em 25 de março. A população alvo é de 101.212 pessoas. A meta é vacinar 90% da população alvo.
 

 

É importante destacar que a vacina influenza pode ser administrada na mesma ocasião de outros imunizantes do Calendário Nacional de Vacinação. Crianças que vão receber o imunizante pela primeira vez deverão tomar duas doses, com um intervalo de 30 dias.
 
(01/04/2024)
 
  • Image folder specified does not exist!
  •