SÃO CARLOS TEM O MENOR ÍNDICE DE MORTES EM ACIDENTES DE TRÂNSITO PDF Imprimir E-mail

O Núcleo de Estudos de Segurança no Trânsito (NEST) do Departamento de Engenharia de Transportes (STT) da Escola de Engenharia de São Carlos (EESC) da USP divulgou uma nota técnica sobre o número de acidentes de trânsito com vítimas fatais nos municípios paulistas. Foram consideradas as cidades com mais de 200 mil habitantes – onde, em geral, são maiores os números de acidentes e de mortes – e os dados relativos aos anos de 2016, 2017 e 2018.

 

Os valores foram determinados mediante a relação entre os números de mortes no trânsito, disponíveis no site do Movimento Paulista de Segurança no Trânsito do Governo do Estado de São Paulo, e os dados sobre as populações de cada município, consultados no site do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Apenas as fatalidades nas vias municipais foram contabilizadas, pois a gestão das rodovias é de responsabilidade do Governo Estadual ou Federal.

 

Os pesquisadores criaram tabelas em que indicam o número de mortes em acidentes de trânsito para cada 100 mil habitantes. Nos anos de 2017 e 2018, Bauru figura em primeiro no ranking, com o menor índice de acidentes fatais, e São Carlos em segundo. Já em 2016, Indaiatuba ficou em primeiro lugar e São Carlos em segundo. Considerando os dados dos três anos, a cidade de São Carlos ocupa o primeiro posto, com o menor índice médio, seguida de Bauru e Marília.

 

“A pesquisa levou em conta o número de mortes no trânsito levantado pelo Movimento Paulista de Segurança no Trânsito com base nos boletins da Polícia Militar e relatórios dos hospitais. O principal no trânsito é a segurança. São Carlos hoje é a cidade mais segura no trânsito, com o menor número de mortes, menor de número de acidentes. Tudo isso graças aos três eixos que trabalhamos: engenharia, fiscalização e educação no trânsito. É necessária a conscientização do problema, vontade política, planejamento, engenharia, educação, esforço legal, engajamento e, é claro, socorro e tratamento das vítimas”, ressaltou Coca Ferraz, secretário de Transporte e Trânsito de São Carlos.

 

Sobre o NEST- O Núcleo é constituído por profissionais com interesse na área de segurança no trânsito, que tem por objetivo promover ações e divulgar informações relacionadas com o tema.

 

O grupo foi formado há 15 anos por professores e alunos ligados ao Programa de Pós-Graduação em Engenharia de Transportes (PPG-ET) da EESC e também contou, desde o seu início, com a participação de professores e alunos da Universidade Federal de São Carlos (UFSCar), FATEC e outros órgãos públicos e privados, bem como de profissionais liberais.

 

Uma das atividades importantes do NEST tem sido apoiar o PPG-ET na viabilização e organização de cursos e palestras com especialistas, bem como na produção e edição de livros, estudos, notas técnicas etc.

 

Confira as notas na íntegra no link: http://www.eesc.usp.br/portaleesc/attachments/article/4970/nest_nota_tecnica.pdf

 

 

*Fonte: Assessoria de Comunicação da EESC

 

 

(25/02/2019)

 

 
 

Menu Notícias